26/01/2008



No mar


No mar
escondo segredos
dentro de conchas
que fazem ecos
nos meus ouvidos.

Ecos que escuto em
dias de silêncio e
mormaço.
A cabeça pesa:
para um lado
para o outro.

Até que canso e
descanso.
Escuto o silêncio
do mar
(enquanto as conchas dormem).


Tânia Cardoso de Cardoso
poetas bissextos, expressão cunhada por Manuel Bandeira, são poetas que
caracterizam-se por uma produção episódica. os poemas se lhes acontecem
de raro em raro. no caso, à Tânia, nem podemos aplicar esta definição.
é poeta de "um poema só". quiçá se transforme em poeta bissexta, ou,
ainda
melhor, contumaz.

5 comentários:

  1. lindo...chego a ouvir o marulhar do mar
    :)
    bjo

    ResponderExcluir
  2. Tuas poesias estão lindas, leves e soltas. Teu blog super agradável de ver. Beijos

    ResponderExcluir
  3. belo poema de Tânia Cardoso de Cardoso!

    ResponderExcluir